Arquivo da categoria: Sem categoria

transformador e autotransformador

Qual a diferença entre Transformador e Autotransformador?

O transformador, normalmente denominado “Isolado” ou “isolador”, trata-se de um equipamento elétrico composto de dois enrolamentos distintos e separados fisicamente, o que confere ao mesmo uma isolação galvânica. Esta isolação entre rede e carga acarreta uma proteção a ambos, no que atine a eventuais transientes de rede, que possam ser gerados da própria rede para carga, ou mesmo da carga para a rede.

Características do transformador

Ao “transformador isolado” ou “transformador isolador” são verificadas, dentre outras particularidades: a capacidade de atenuação dos efeitos das principais harmônicas; a possibilidade de utilização de diferentes formas e grupos de ligação/ deslocamentos angulares, bem como a aplicação de blindagem eletrostática entre enrolamentos etc.

Autotransformador

Já o Autotransformador, trata-se de um equipamento elétrico composto por apenas um enrolamento, onde o primário e secundário são unificados, ou seja, não há separação ou isolação galvânica entre estes.

Diferente do denominado Transformador, o Autotransformador permite a influência de possíveis transientes da rede à carga ou carga à rede, o que pode resultar em inconvenientes para algumas aplicações. Por esta razão, os Autotransformadores não são indicados para alimentação direta de cargas eletrônicas, equipamentos laboratoriais e de medição, equipamentos de informática, iluminação etc.

Quanto à ligação, o Autotransformador terá um único grupo Yn0 (Estrela+Neutro), com deslocamento angular 0°.

Há alguma diferença quanto à transformação das tensões entre transformador e autotransformador?

Na prática, tanto o transformador, como o Autotransformador podem ser utilizados para elevar ou reduzir os valores das tensões, ou seja, adequar a tensão da rede à tensão da carga que se deseja alimentar.

Tecnicamente, no caso do transformador, o circuito primário recebe energia da rede e esta é transferida ao circuito secundário por uma ação transformadora, tal fenômeno é conhecido como indução mútua.

Já no Autotransformador, a transferência da energia se dá também condutivamente, ou seja há condução direta de energia entre o primário e o secundário.

E quanto às questões de dimensional e custo?

Há considerável redução no dimensional e custo dos Autotransformadores.

Então qual seria a melhor escolha?

A melhor escolha dependerá da aplicação (equipamento que se deseja alimentar) e poderá ser verificada com auxílio de nossos consultores.

locação de um Transformador trifásico

Locação de um Transformador Trifásico

Você está em dúvida entre comprar ou fazer a locação de um Transformador trifásico?

Esta questão é levantada principalmente quando se necessita de adequação da rede elétrica para alimentação de máquinas e equipamentos.

Em uma empresa recente, quando o uso se dá de forma esporádica/sazonal, ou ainda quando não há capital suficiente para comprar um transformador, a locação pode ser opção mais viável.

Ainda vale lembrar que a compra de um transformador para uso esporádico pode ser muito onerosa, por isso a melhor opção é o aluguel de transformadores. A locação de um transformador é muito mais prática, com custos reduzidos e simples administração.

Vantagens da locação de um Transformador Trifásico

  • A responsabilidade fica a cargo da locadora, desde os custos com a manutenção até a responsabilidade técnica;
  • A locadora mantém sempre um equipamento backup para garantia de seu negócio;
  • Redução de custos com as manutenções preventivas;
  • Adequação das necessidades e potências de acordo com a produtividade de sua empresa e sucesso do negócio;
  • A mobilização de recursos destinados a compra para outros setores, aplicados diretamente na ampliação das operações, aumento de tecnologia e marketing;
  • Obtenção de menor lucro tributável, abatimento no imposto de renda e contribuição social.
Transformador Trifásico para energia solar

Transformador Trifásico para energia solar

energia solar fotovoltaica  é a energia obtida através da conversão direta da luz em eletricidade por meio de um painel fotovoltaico (painel solar), um inversor solar e outros materiais, inclusive o uso de transformador trifásico para energia solar.

Usa-se este tipo de energia para alimentar as mais diversas cargas em residências, empresas, propriedades rurais etc.

A fabricação de painéis solares, inversores e transformadores trifásicos para essa aplicação tem crescido consideravelmente nos últimos anos.

Crescimento do uso de energia solar fotovoltaica

Entre os anos 2001 e 2015, houve um crescimento exponencial da produção de energia fotovoltaica, dobrando-se a cada dois anos.  Graças a este crescimento, e à constante evolução tecnológica, o custo da energia solar fotovoltaica vem sendo reduzido e já se mostra competitivo com as fontes de energia convencionais.

Atualmente, a energia solar fotovoltaica é a terceira fonte de energia renovável mais importante no mundo, após a hidroelétrica e eólica. No Brasil, cujo potencial de irradiação solar é extremo, a produção também vem crescendo consideravelmente e inúmeras empresas já oferecem serviços de instalação de sistemas de energia fotovoltaica.

Transformador Trifásico para energia solar Polienge

Nesse sentido, a Polienge fornece transformadores trifásicos de alto rendimento e confiabilidade para serem aplicados nos sistemas fotovoltaicos e na alimentação dos inversores solares.

Os transformadores trifásicos Polienge são confeccionados sob rígidos processos e normas  nacionais e internacionais de eletricidade, o que garante a eficiência, qualidade e segurança para os sistemas.