Arquivo da categoria: Sem categoria

Sistema Fotovoltaico

Sistema Fotovoltaico gera economia e preservação ambiental

Produzir energia elétrica com uma redução considerável nos impactos ambientais ainda é um desafio em todo o mundo. Uma das saídas propostas é o uso do Sistema Fotovoltaico, em que se aproveita a luz solar para convertê-la em eletricidade, por meio de painéis fotovoltaicos, também conhecidos como painéis solares.

As pesquisas sobre a implantação da energia solar em nosso país surgiram por volta da década de 1960, e os primeiros investimentos comerciais foram realizados em 1973.

Diante disso, diversos fatores contribuíram para que os investimentos pudessem crescer a cada ano, bem como o crescimento de incentivos, por exemplo a isenção de alguns impostos.

Entenda como funciona o Sistema Fotovoltaico

Este modelo de sistema para captação de energia solar funciona com painéis fotovoltaicos/painéis solares, inversores e transformadores trifásicos.

A união das tecnologias descritas é responsável por alimentar as cargas em diferentes ambientes como propriedades rurais, empresas e residências.

Para um aproveitamento correto do sistema é necessário investir em alguns componentes essenciais para um bom aproveitamento do Sistema, por exemplo:

Módulos fotovoltaicos

Converte a energia solar em energia elétrica.

Cabos de conexão

Conectam os módulos fotovoltaicos aos inversores.

Inversores

Transportam a energia que foi gerada até o consumidor.

Caixa com os componentes eletrônicos

Armazena o inversor e os equipamentos destinados à medição e controle.

Sistema de monitoramento

Identifica a irradiação e envia os dados para um centro de controle.

Medidor

A energia gerada é contabilizada em kWh.

Sistema Fotovoltaico Isolado

Em pesquisa realizada pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), entende-se por Sistema Fotovoltaico Isolado, a energia elétrica que é gerada em decorrência da exposição direta com o sol, cuja armazenagem se dá por meio de baterias.

Esse procedimento garante o uso em:

  • Dias nublados;
  • Chuvosos;
  • À noite.

Ele pode ser utilizado tanto sozinho quanto combinado com geradores eólicos, diesel ou por sistemas híbridos.

Sistema Fotovoltaico Interligado

Já o Sistema interligado permite que a energia gerada seja injetada diretamente na rede elétrica pública.

Em 17 de abril de 2012, a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) estabeleceu a Resolução Normativa nº 482,  em que se define, entre outros fatores, a compensação de energia elétrica a quem utiliza de micro e minigeração de energia elétrica.

Dados sobre o uso de Energia Solar no Brasil

Em um levantamento realizado pela Revista Exame, edição online, em 2018 já existem 23.584 unidades de micro e minigeração de energia solar com até 5 megawatts.

O governo aponta que, até 2024 serão 800.000 unidades ativas com sistemas de geração de energia solar por meio da tecnologia fotovoltaica.

Vantagens ao meio ambiente

Além da redução do consumo de energia elétrica gerada por outras fontes (como as oriundas de hidrelétricas, por exemplo), o uso do Sistema Fotovoltaico:

  • É Livre de emissão de carbono.
  • Reduz consideravelmente as emissões de CO² no meio ambiente.

Trata-se de uma energia considerada limpa.

Em curto, médio e longo prazo, a produção de energia elétrica solar movimenta a economia brasileira, reduz gastos, bem como também promove a preservação dos recursos naturais.

transformador trifásico

Transformador Trifásico para máquinas e equipamentos

O Transformador Trifásico é capaz de realizar tanto a elevação quanto à redução dos valores das tensões, ou seja, ele é utilizado para adequar as tensões da rede e da carga.

Por ser um equipamento com ampla utilização, os cuidados ao manipulá-lo são cruciais para que se possa usufruir de seus benefícios com segurança.

Neste artigo, vamos te explicar sobre as recomendações da NR 10, a importância do profissional habilitado, bem como exemplificar algumas máquinas e equipamentos que usam esse tipo de transformador.

Recomendações da NR 10 para o uso do Transformador Trifásico

A Norma Regulamentadora NR 10 – Segurança em instalações e serviços de eletricidade é uma das normas mais completas sobre o assunto. Nela, podemos observar todas as recomendações para o uso correto do produto e da eletricidade.

A NR 10 orienta especificamente a:

– Existir uma medida preventiva que seja capaz de minimizar os riscos relacionados à eletricidade;

– Ter medidas de proteção tanto coletivas quanto individuais;

– Investir em segurança em projetos, construção, montagem, operação e manutenção;

– Ter cuidado com a segurança em ambientes com instalações desenergizadas e energizadas;

– Proteger o ambiente contra incêndios e explosões;

– Sinalizar os locais como determina a NR-26 – Sinalização de Segurança;

– Determinar os melhores procedimentos de trabalho;

– Como agir em situações de emergência.

A importância do profissional habilitado

Investir em profissionais que estejam qualificados para instalar e realizar as manutenções dos Transformadores Trifásicos é importante para usufruir de todos os benefícios do produto com a garantia de que funcionará corretamente e sem riscos.

A Polienge oferece o programa de manutenção preventiva e programa de manutenção corretiva em que a equipe realiza todos os procedimentos adequados e em conformidade com as normas vigentes.

Tipos de máquinas e equipamentos que utilizam Transformadores Trifásicos

Em suma, os Transformadores Trifásicos podem ser utilizados em:

– Máquinas gráficas;

– Máquinas para a construção civil;

– Máquinas para embalagens.

Além disso, são utilizados pela indústria farmacêutica, indústria de alimentos, entre outros.

Para que você possa ter certeza se pode utilizá-los em seus ambientes, entre em contato com um dos nossos consultores.

Leia também: Locação de um Transformador Trifásico

transformador e autotransformador

Qual a diferença entre Transformador e Autotransformador?

O transformador, normalmente denominado “Isolado” ou “isolador”, trata-se de um equipamento elétrico composto de dois enrolamentos distintos e separados fisicamente, o que confere ao mesmo uma isolação galvânica. Esta isolação entre rede e carga acarreta uma proteção a ambos, no que atine a eventuais transientes de rede, que possam ser gerados da própria rede para carga, ou mesmo da carga para a rede.

Características do transformador

Ao “transformador isolado” ou “transformador isolador” são verificadas, dentre outras particularidades: a capacidade de atenuação dos efeitos das principais harmônicas; a possibilidade de utilização de diferentes formas e grupos de ligação/ deslocamentos angulares, bem como a aplicação de blindagem eletrostática entre enrolamentos etc.

Autotransformador

Já o Autotransformador, trata-se de um equipamento elétrico composto por apenas um enrolamento, onde o primário e secundário são unificados, ou seja, não há separação ou isolação galvânica entre estes.

Diferente do denominado Transformador, o Autotransformador permite a influência de possíveis transientes da rede à carga ou carga à rede, o que pode resultar em inconvenientes para algumas aplicações. Por esta razão, os Autotransformadores não são indicados para alimentação direta de cargas eletrônicas, equipamentos laboratoriais e de medição, equipamentos de informática, iluminação etc.

Quanto à ligação, o Autotransformador terá um único grupo Yn0 (Estrela+Neutro), com deslocamento angular 0°.

Há alguma diferença quanto à transformação das tensões entre transformador e autotransformador?

Na prática, tanto o transformador, como o Autotransformador podem ser utilizados para elevar ou reduzir os valores das tensões, ou seja, adequar a tensão da rede à tensão da carga que se deseja alimentar.

Tecnicamente, no caso do transformador, o circuito primário recebe energia da rede e esta é transferida ao circuito secundário por uma ação transformadora, tal fenômeno é conhecido como indução mútua.

Já no Autotransformador, a transferência da energia se dá também condutivamente, ou seja há condução direta de energia entre o primário e o secundário.

E quanto às questões de dimensional e custo?

Há considerável redução no dimensional e custo dos Autotransformadores.

Então qual seria a melhor escolha?

A melhor escolha dependerá da aplicação (equipamento que se deseja alimentar) e poderá ser verificada com auxílio de nossos consultores.

locação de um Transformador trifásico

Locação de um Transformador Trifásico

Você está em dúvida entre comprar ou fazer a locação de um Transformador trifásico?

Esta questão é levantada principalmente quando se necessita de adequação da rede elétrica para alimentação de máquinas e equipamentos.

Em uma empresa recente, quando o uso se dá de forma esporádica/sazonal, ou ainda quando não há capital suficiente para comprar um transformador, a locação pode ser opção mais viável.

Ainda vale lembrar que a compra de um transformador para uso esporádico pode ser muito onerosa, por isso a melhor opção é o aluguel de transformadores. A locação de um transformador é muito mais prática, com custos reduzidos e simples administração.

Vantagens da locação de um Transformador Trifásico

  • A responsabilidade fica a cargo da locadora, desde os custos com a manutenção até a responsabilidade técnica;
  • A locadora mantém sempre um equipamento backup para garantia de seu negócio;
  • Redução de custos com as manutenções preventivas;
  • Adequação das necessidades e potências de acordo com a produtividade de sua empresa e sucesso do negócio;
  • A mobilização de recursos destinados a compra para outros setores, aplicados diretamente na ampliação das operações, aumento de tecnologia e marketing;
  • Obtenção de menor lucro tributável, abatimento no imposto de renda e contribuição social.
Transformador Trifásico para energia solar

Transformador Trifásico para energia solar

energia solar fotovoltaica  é a energia obtida através da conversão direta da luz em eletricidade por meio de um painel fotovoltaico (painel solar), um inversor solar e outros materiais, inclusive o uso de transformador trifásico para energia solar.

Usa-se este tipo de energia para alimentar as mais diversas cargas em residências, empresas, propriedades rurais etc.

A fabricação de painéis solares, inversores e transformadores trifásicos para essa aplicação tem crescido consideravelmente nos últimos anos.

Crescimento do uso de energia solar fotovoltaica

Entre os anos 2001 e 2015, houve um crescimento exponencial da produção de energia fotovoltaica, dobrando-se a cada dois anos.  Graças a este crescimento, e à constante evolução tecnológica, o custo da energia solar fotovoltaica vem sendo reduzido e já se mostra competitivo com as fontes de energia convencionais.

Atualmente, a energia solar fotovoltaica é a terceira fonte de energia renovável mais importante no mundo, após a hidroelétrica e eólica. No Brasil, cujo potencial de irradiação solar é extremo, a produção também vem crescendo consideravelmente e inúmeras empresas já oferecem serviços de instalação de sistemas de energia fotovoltaica.

Transformador Trifásico para energia solar Polienge

Nesse sentido, a Polienge fornece transformadores trifásicos de alto rendimento e confiabilidade para serem aplicados nos sistemas fotovoltaicos e na alimentação dos inversores solares.

Os transformadores trifásicos Polienge são confeccionados sob rígidos processos e normas  nacionais e internacionais de eletricidade, o que garante a eficiência, qualidade e segurança para os sistemas.